Festa religiosa é incluída no calendário de eventos do Paraná.

A Festa da Unidade e da Solidariedade, realizada pela Arquidiocese de Curitiba e pela Ação Social do Paraná, no dia da solenidade de Corpus Christi, faz agora parte do calendário oficial de eventos do Paraná. Em solenidade realizada nesta segunda-feira (23), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, a governadora Cida Borghetti sancionou a lei número 760/17, proposta pela Assembleia Legislativa. A celebração é considerada um dos maiores eventos religiosos do Estado.

Com a sanção, a festa da Unidade e da Solidariedade passa a ser comemorada oficialmente na capital do Estado, na mesma data do Corpus Christi, que se realiza 60 dias após a Páscoa. A governadora afirmou que a lei vai contribuir para fomentar a cultura e o turismo, além de apresentar o Paraná para um maior número de pessoas. “Essa lei prioriza a cultura da propagação do amor e da solidariedade”, disse ela. “No Paraná há respeito a todas as religiões, a todas as manifestações de fé e culturais.”

Na festa de Corpus Christi, fiéis da igreja católica reúnem-se para confeccionar, na avenida Cândido, os tradicionais tapetes de serragem com símbolos de fé. Em Curitiba, além da motivação religiosa, o evento conta, também, com arrecadação de alimentos e agasalhos que são doados às famílias atendidas pelas pastorais.

Para o arcebispo de Curitiba Dom José Antônio Peruzzo, a lei é o reconhecimento do Estado a uma manifestação cultural já consagrada na comunidade católica. “Este reconhecimento oficial confere robustez cultural a uma manifestação já enraizada no coração da nossa gente”, afirmou.

Neste ano, a solenidade do Corpus Christi tem como tema “Ser Cristão é ter Deus no seu dia a dia”. A festa tem início na véspera do dia de Corpus Christi, dia 30 de maio, com vigília campal. No dia 31 de maio contará com uma programação artística, cultural e gastronômica simultânea à confecção dos tapetes na avenida Cândido de Abreu.

O secretário da Cultura, João Luiz Fiane, destacou a importância da medida. “Datas calendarizadas ajudam a fomentar a cultura e o turismo, o que contribui para a sociedade”, disse ele.

MAIS BENEFICIADOS – Para a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, o principal impacto será o aumento da arrecadação de alimentos que a celebração. “O diferencial deste ano, e dos anos que vão seguir após a sanção da Lei, é a ampliação do número de pessoas que serão beneficiadas”, afirmou.

REFERÊNCIA – De acordo com o autor do projeto, deputado estadual Evandro Araújo, a medida busca tornar o Paraná referência em turismo, fé e solidariedade. “O Corpus Cristi curitibano é um dos maiores do País, possui uma riqueza cultural imensa pela confecção dos tapetes. Hoje é conhecido em todo o Brasil, daí a sua importância artística e turística, que pode referenciar ainda mais a capital”, explicou.

PRESENÇAS- Também acompanharam a solenidade o chefe da Casa Militar coronel, Maurício Tortato, e o deputado federal Diego Garcia.

Fonte: www.aen.pr.gov.br

Um comentário sobre “Festa religiosa é incluída no calendário de eventos do Paraná.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes

Projeto de lei reduz ISS para tornar Curitiba mais atrativa a shows, feiras e espetáculos

A Prefeitura encaminhou nesta quinta-feira (17/5) à Câmara Municipal projeto de lei com redução de 5% para 2% do ISS ...
Leia Mais

Festa religiosa é incluída no calendário de eventos do Paraná.

A Festa da Unidade e da Solidariedade, realizada pela Arquidiocese de Curitiba e pela Ação Social do Paraná, no dia ...
Leia Mais